24 de maio de 2012

Pão de espelta sem fermento (anti-candida)

Na vida realmente há coisas curiosas. Tem-me aparecido recentemente no consultório uma vaga de pacientes  para resolver problemas relacionados com candidíase. Fiquei surpreendida porque não é uma patologia que surja com frequência na nossa na nossa área uma vez que as pessoas normalmente tentam resolvê-la com antifúngicos. O problema é que a cândida sendo um fungo adora açúcares, fermentos, etc, se os continuarmos a consumir estamos sempre a alimentá-la, daí os sintomas muitas vezes permanecerem ou então reaparecerem.
A mudança dos hábitos alimentares tem que ser feita, às vezes durante uma temporada, outras vezes para o resto da vida consoante o caso.

Foi assim, que entrando no espírito da dieta anti-cândida, resolvi fazer um pão que não fosse tão nefasto para quem está a seguir este regime e ao mesmo tempo pudesse matar as saudades do pãozinho.
Desengane-se no entanto, quem pensa que este pão é só mesmo para quem tem estes problemas.  Quem se sente enfartado ou inchado quando come pão pode beneficiar desta receita. É que na verdade muitas vezes isso acontece por causa do excesso de fermento utilizado nas padarias.



 
Este pão é delicioso, tem uma óptima textura, é riquíssimo em minerais e rápido de fazer.
Fiz na máquina de fazer pão, mas pode fazer-se no forno.
Sublinho no entanto que para quem começou recentemente a dieta anti-cândida, qualquer tipo de pão deve ser retirado


Pão de espelta sem fermento

400g de farinha de espelta integral
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de sal
2 ovos batidos
320 ml de leite de soja ou outro leite vegetal

Numa tigela juntar os ingredientes secos: a farinha, o bicarbonato e o sal.
Envolver os ovos batidos e o leite.
Misturar bem com a colher de pau.

Se fizer no forno:
Unte e polvilhe com farinha uma forma rectangular. Encha-a com a massa e leve ao forno a 180º  durante cerca de 45 minutos. Faça o teste do palito para ver se já está cozido.

Se fizer na Máquina de fazer pão:
Coloque a massa na máquina e escolha o programa " Cozer"para um pão até 750g (depende da máquina). Vá verificando para que não coza de mais ou de menos.

Desenforme o pão e deixe-o arrefecer antes de cortar.


Bom apetite!

receita adaptada daqui



 

21 comentários:

  1. Olá Sarinha!! Antes de mais, quando voltas??? :)
    Olha adorei o pão, adorei as fotos e as tuas sugestões.
    Mais uma vez se confirma a minha teoria de que o bem estar da nossa saúde passa em grande escala por aquilo que comemos.
    Eu vou testar este pão com certeza - depois conto-te como correu :)

    P.S. Já te incluí na minha lista de Cuisines ;)

    ResponderEliminar
  2. Querida Su,

    muito obrigado pelo comentário. As fotos, bem, é como o ballet, nunca está suficientemente bom :)
    Estou desejando voltar mas ainda n dá. Fui lá assistir e tive q m controlar para n ir fazer. Ainda por cima já teêm pontas (inveja ):P
    Um abraço enorme, obrigado por me teres adicioado

    ResponderEliminar
  3. Por gentileza aonde encontro esta farinha espelta integral,pois tenho candidiase e preciso me alimentar.Obrigado

    ResponderEliminar
  4. Poderá encontrar nas lojas de produtos naturais ou nos supermercados biológicos.
    Alguma dúvida pode enviar-me email

    Boa sote

    Sara

    ResponderEliminar
  5. Que bom aspecto que tem este pão :) E gostei de ler este artigo, não sabia que os fermentos incentivavam o crescimento da Candida! Pensava que era só os açúcares... Mas obrigada por partilhares ;)

    ResponderEliminar
  6. Olá!
    Muitos parabéns pelo blog, que descobri anteontem e desde então estou como que viciada nele :)
    Vivo fora de Portugal e não faço ideia do que seja a "farinha de espelta", mas gostava de experimentar este pão. Alguma dica?
    Obrigada e continue! :)
    Daniela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Daniela,

      ainda bem que gostou. :D

      A espelta é uma "prima" do trigo, mas mais rica do ponto de vista nutricional. É menos alterada geneticamente porque como quase esteve extinta, não sofreu muitas modificações.Isso torna-a muito menos propícia a causar sensibilidade no nosso corpo.
      Pode usá-la quase da mesma maneira que o trigo, no entanto é uma farinha mais "dura", menos refinada.

      Não sei se ajuda, mas posso traduzir-lhe a palavra nas únicas línguas que conheço.
      Em inglês: spelt
      Em francês: épeautre
      Em alemão: dinkel

      Nós aqui costumamos comprá-la nos supermercados biológicos.

      Espero ter ajudado.

      Beijinhos

      Eliminar
  7. Obrigada! :)
    Vou tentar encontrar, mas adivinho uma difícil tarefa...
    No entanto, a explicação e a tradução já são uma grande ajuda (para chinês não se arranja, não?...) ;)
    Beijinhos.
    Daniela

    ResponderEliminar
  8. Olá Daniela,

    infelizmente o meu chinês resume-se a saber o nome dos pontos de acupuntura!
    Vou no entanto tentar saber.

    Um beijinho, boa sorte

    Sara

    ResponderEliminar
  9. Olá! são maravilhosas essas receitas! espero fazê-las em breve. Gostaria de deixar aqui uma sugestão...sofri com a candidíase...usava muito calça jeans...meias de nylon...não deixava o corpo respirar...e se refrescar...meu terapeuta pediu para eu mudar minha postura com as roupas e fazer um banho de assento com folhas de nabo branco...e...adeus candida! (mas fazer o banho só quando precisar pois muitas vezes resseca o canal da vagina)...e tem a homeopatia ...Candida albicans...aliada a uma boa alimentação,né? Abração!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado Sofia,

      belas recomendações. Gostei bastante e tenho a certeza que dará dicas a muita gente. :D obrigado

      beijinhos

      Sara

      Eliminar
  10. Olá!
    Já tinha misturado farinhas para fazer um pão de espelta quando reparei que o fermento que comprei, era para bolos. Já ia para enfiar a farinha toda num saco quando me lembrei de procurar por receitas de pão sem fermento e encontrei este blog.
    O pão já está feito, ainda não o parti. A massa é mais mole que o normal, mas ao contrário das que tenho feito com fermento para pão, cresceu e não abateu. Na minha máquina de pão o tempo de cozedura é uma hora mas tive de terminar dez minutos antes, não fosse ficar muito cozido.
    Tem muito bom aspeto. Obrigada pela receita!

    ResponderEliminar
  11. Olá!
    Haverá alguma maneira de fazer este pãozinho sem ovos? Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, pode ser a linhaça ou então a chia. Pega-se uma colher de sopa de chia e deixa-se de molho em 60ml de água por meia hora e emprega-se. Esta quantidade substitui um ovo.

      Eliminar
  12. Olá :)

    realmente nunca o fiz sem ovos e penso que não deve ser fácil adaptar a receita. Pode experimentar com o truque da linhaça mas não sei se resulta.
    Bj
    Sara

    ResponderEliminar
  13. Se há coisa que me dá prazer na vida é sentir o cheiro a pão acabado de sair do forno.
    Primeiro porque me faz recordar a minha casa e a minha mãe e segundo, há coisa melhor que pão quente com manteiga? Não, não há :)

    Eu adoro fazer bolos mas pão não. Por uma simples razão... não sou uma mulher que consiga amassar pão. Quando vi esta receita decidi experimentar, e ontem deixei o cheiro a pão percorrer a casa toda! Obrigada, mas mesmo muito obrigada Sara por esta receita! Deixou-me com um grande sorriso ontem, que se manteve até hoje de manhã. O pão além de delicioso e tão mas tão fácil de fazer! Obrigada :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei comovida com o seu comentário :)
      Fico realmente feliz que lhe tenha despertado emoções tão boas e recordações bonitas.
      Um grande beijinho

      Eliminar
  14. Olá, parabéns pelo blog. Adorei esta receita, mas nao encontro a farinha de espelta para comprar. Acaso sabes onde posso comprá-la. Grata. Bjs. Lourdes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lourdes,

      pode comprá-la nas lojas de produtos naturais e também já há em alguns supermercados na secção dos artigos dietéticos. :)
      beijinhos

      Eliminar
    2. Especificamente em qual loja no Rio de Janeiro?
      Impossível encontrar essa farinha...

      Eliminar
    3. Olá Beta, lamento mas não posso ajudá-la, sou de Portugal ^_^
      Aqui é muito fácil encontrar.
      abraço

      Eliminar

LinkWithin

”related