20 de junho de 2012

Gelatina de limão

O tempo quentinho não se atreve a chegar de vez, mas assim que comecei a sentir um calorzinho na pele apeteceu-me uma sobremesa cítrica.  Gosto muito de limão e sobremesas que o incluam são sempre bem-vindas. Esta é mesmo para apreciadores de limão, para quem não gosta do típico sabor ácido sugiro que acrescente mais uma colherzinha de néctar de Agave.

Para quem não conhece, a alga agar-agar é uma alternativa vegetal à gelatina vulgar. Para além de não ser proveniente de animais, tem ainda uma outra série de benefícios: é riquíssima em minerais e proteínas, é altamente saciante do apetite, ajuda o trânsito intestinal e na cozinha tem a vantagem de solidificar mais rapidamente que a gelatina normal. Infelizmente não há bela sem senão, e esta simpática alga não é excepção. Em relação à outra gelatina é mais dispendiosa e a textura não é bem igual. Apesar disso é sempre bom experimentar algo diferente, e mesmo que o preço nos possa fazer recuar, temos que pensar que  uma alimentação mais natural deve ser considerada um investimento para a vida e pelo menos de vez em quando podemos dar estes miminhos ao corpo.





Gelatina de limão
(rende 3 taças)
360 ml de água
120 ml de sumo de limão
1,5 colheres de sopa de alga agar-agar  em flocos
3 colheres de sopa de farinha de araruta
4 colheres de sopa de água
8 colheres de sopa de néctar de Agave
1 pitada de sal
1/4 de colher de café de extracto de baunilha


Dissolver a alga agar-agar na água e deixar a ferver lentamente durante 10 minutos, mexendo de vez em quando. Dissolver a farinha de araruta nas 4 colheres de sopa de água.
Juntar o sumo de limão, a baunilha, o sal e o néctar de Agave à água com a alga. 
Adicionar a farinha de araruta dissolvida na água e apagar o fogão.  Mexer até engrossar. 
Verter nas taças e levar ao frigorífico.



Receita muito adaptada daqui

2 comentários:

  1. Olá Sara,

    fiz a sua gelatina. Gostei mto.

    Parabéns, adorei as fotos

    Clara

    ResponderEliminar
  2. Curiosamente já conheço agar-agar à algum tempo mas nunca experimentei... Parece-me uma boa receita para conhecer esta alga :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar

LinkWithin

”related