Mousse vegan de castanhas (sem açúcar, sem glúten)

24 de novembro de 2016

Estou numa fase em que estou de "candeias às avessas" com a tecnologia. Resolvi partir a tampa do meu computador portátil , o outro computador pede urgentemente para ser reformado e apaga durante todas as tarefas mais exigentes, o tablet, que nunca foi bom, neste momento demora cerca de 1 minuto a abrir uma página da Internet, e o ar condicionado resolveu só fazer frio agora que as temperaturas desceram...
Resta-me respirar fundo...São fases certo?



Na verdade se olhar para a situação com outros olhos, se calhar até há coisas boas: sem computadores consigo aproveitar para organizar uns papéis que aqui estavam há meses , regressei ao meu interminável puzzle e sobretudo consigo deitar-me mais cedo!
Não ter ar condicionado...bem, a única coisa positiva, é que ponho a uso uma  série de mantas que ali estavam paradas no armário.


Porque mesmo durante as fases mais complicadas, o grande segredo para as ultrapassar de modo a que nos sejam menos penosas e nos afectem menos, é o ângulo de observação. Em todas estas fases, sim porque na vida nada dura para sempre, há sempre algo positivo que podemos retirar, uma lição que podemos aprender, ou algo novo que podemos experenciar. 
Ver a vida como um "copo meio cheio" ajuda a tornar os momentos menos bons mais suaves e menos importantes. E claro,também ajuda ter uma taça desta mousse deliciosa ao lado do sofá. Prometo, faz milagres!




Apesar de já vir atrasada para o S.Martinho, porque sem computador é difícil trabalhar, esta receita pode ser feita durante toda a época das castanhas. E por favor, se gosta de castanhas não deixe de a experimentar.
Começamos por preparar um puré de castanhas, adoçado com tâmaras, ao qual juntamos a minha base preferida para mousses sem ovos e sem lácteos: o tofu sedoso.
O resultado é uma mousse cremosa, com um sabor fantástico a castanhas, rica em proteínas e uma percentagem baixíssima de gordura.
Para adoçar a mousse pode escolher o adoçante que mais gostar: açúcar de coco, stevia, xilitol, geleia de arroz. Já fiz com stevia e xilitol e qualquer uma das opões ficou maravilhosa.
Se quiser também pode utilizar o creme de castanhas para outras receitas ou simplesmente barrar em tostas ou comer directamente do frasco. É uma delícia por si só.
Mousse de castanhas
(rende 3-4 taças)

Para o puré de castanhas
300g de castanhas pesadas apenas com a casca fina castanha
50g de tâmaras ao natural (pesadas sem caroço)
1 colher de chá de aroma de baunilha
1 pitada de sal
0,5L de água

Comece por escaldar as castanhas durante uns minutos num pouco de água a ferver, para lhes retirar a película castanha. Assim a pele sairá com facilidade.
Corte as castanhas em bocados e leve-as a cozer em 0,5L de água juntamente com as tâmaras, a baunilha e o sal.
Coza em lume brando até praticamente toda a água ter evaporado. Passe com a varinha mágica até obter um puré cremoso, ou então para um resultado ainda melhor, coloque na picadora.
Pode guardar o puré num frasco no frigorífico, ou se preferir utilize-o para a mousse.

Para a mousse
300g do puré de castanhas
250g de tofu aveludado bem escorrido
stevia, xilitol ou açúcar de coco a gosto

Para decorar:
canela em pó
raspas de chocolate
amêndoa picada
...

Escorra bem o tofu sedoso, de preferência num passador de rede durante 15 minutos.
Coloque o tofu e o creme de castanhas no robot de cozinha ou na picadora e pique tudo até obter uma consistência cremosa.
Adoce a gosto (eu usei 3 colheres de chá de stevia). Volte a picar tudo.
Coloque em tacinhas, decore a gosto e leve ao frigorífico.


15 comentários:

  1. Olá Sara,
    Eu adoro castanhas, mesmo muito, e esta mousse tem um aspecto muito delicioso!
    Gostei muito da ideia de adoçar a compota com tâmaras..nunca tinha colocado essa hipótese..."defeito" de quem ainda não eliminou o açúcar refinado da sua alimentação 😟
    Obrigado pela partilha
    Beijinhos
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marta, é só uma ideia, também podes usar outro adoçante :)
      Experimenta, espero que gostes!
      beijo

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Que bom!!! Espero que tenhas vontade de experimentar :)
      beijinhos

      Eliminar
  3. Muito inspiradora esta receita. Obrigada pela partilha Sarita. Podemos utilizar a castanha congelada para a sua confecção? 😚

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olá Anita :)
      sim podes usar congeladas, melhor ainda, dá menos trabalho ;)
      bjinhos

      Eliminar
  4. Olá Sara, receita absolutamente deliciosa! O que colocou por cima foi raspas de chocolate ? Beijinhos e continuação de bom trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado :)
      Coloquei raspas de chocolate, mas pode decorar com frutos secos ou canela, ou deixar simples.
      beijinhos

      Eliminar
  5. no outro dia encontrei uma citação na net, meio séria, meio a brincar que dizia: "for me the glass is neither empty nor full; it's refillable". a verdade é que o copo enche e esvazia e podemos voltar a enchê-lo com o que quisermos. como dizias, depende sempre da perspectiva: podemos colocar lá dentro coisas boas ou más, consoante a perspectiva que lhe quisermos dar. porém a verdade é que eu sem tecnologia sou uma nulidade, especialmente sem internet e sem o meu telemóvel porque tenho lá a minha vida toda organizada, desde a minha agenda, às receitas passando por compras e os alarmes para não me esquecer de dar a insulina ao gato (o que ele já percebeu que corresponde à mesma hora em que come, por isso fica super contente quando ouve o alarme tocar!!). esta dependência do telemóvel há-de fazer-me um bem desgraçado, mas pronto. seja como for estou contigo e dou-te já uma dica para fazeres frente à ausência de ar condicionado: botijas de água quente! e gatos! recomendo pelo menos o uso intercalado de ambos e um bom removedor de pêlos para fazer frente a este hiato tecnológico.
    em relação às castanhas e à mousse, vou ter de pensar nela com carinho porque ainda hoje gosto mesmo é de castanhas assadas e pouco mais, o que é um grande disparate porque é um hidrato de carbono tão bom e nutritivo, a base da alimentação antes das batatas chegarem à Europa... mas tal como o tofu que antes não suportava, creio que lentamente também as castanhas hão-de fazer parte dos meus menus e porque não começar com esta mousse?? ;)
    beijinho e boa semana!

    ResponderEliminar
  6. Já experimentei algumas receitas doces com tofu e nunca fiquei propriamente fã, mas com esta delícia de mousse fiquei mesmo com vontade de mudar isto!
    Espero que a tua relação com a tecnologia melhore. Sei como te sentes, depois de perder tudo o que tinha no meu Ipad apetecia-me voltar à idade da pedra :P

    ResponderEliminar
  7. Que ingrediente posso utilizar em vez do tofu? Obrigada :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana Paula, a receita foi preparada a pensar no tofu.
      Pode eventualmente experimentar fazer com chantilly de coco ou iogurte grego ou quark, mas não terá o mesmo sabor nem a mesma textura
      beijinhos

      Eliminar
  8. Olá, Sara! Gosto muito do seu trabalho e, por essa razão, adquiri recentemente o livro, mas mesmo antes disso, já tinha vindo a experimentar as receitas, via blogue. Tenho, contudo, uma questão para a qual necessitava da sua ajuda sff! :) Tem a ver com o xilitol ou stevia vs outros adoçantes. Fico sempre na dúvida de qual a proporção correta para substituição dos primeiros pelos segundos. Isto é, por norma, uso açúcar de côco ou o amarelo, geleia de arroz, mel ou xarope de ácer. Qual deverá ser a correspondência? Não gosto de nada muito doce, mas, seja como for, preciso, definitivamente, de orientação para conseguir fazer algumas das receitas. Esta é uma delas! Muito, muito obrigada e feliz 2017!!:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vera, antes de mais muito obrigado pelo carinho e confiança nas minhas receitas :)
      Quanto à sua questão, a minha resposta é : depende! Não há uma proporção certa, depende do seu gosto e do tipo de receita. Há receitas em que substituir um adoçante liquido por um seco como o xilitol irá alterar completamente a textura e o sabor, o que pode estragar o resultado final.
      Substituirou o açúcar de coco por xilitol é fácil, normalmente uso a mesma quantidade ou um pouco menos. Se quiser por exemplo usar só um terço da quantidade e depois ir acrescentando stevia até estar ao seu gosto também é uma solução que utilizo muito.
      A sua questão não é fácil, depende de muita coisa. Vá experimentando, primeiro com receitas já testadas e depois vá adaptando.
      Beijinhos, espero ter ajudado

      Eliminar
    2. Ajudou, sim, Sara!:) Entretanto, já fiz a receita e ficou deliciosa!! Para o meu gosto, não foi sequer preciso adicionar qualquer adoçante. As tâmaras conferem a doçura certa. :) Fiquei fã e vou usar as castanhas que sobraram para a versão mais simples (só de creme), para pôr nos iogurtes. Mais uma vez, muito obrigada!! Bjnhs :)

      Eliminar