Marmelada sem açúcar refinado.

18 de outubro de 2017


Quando penso qual será a compota com mais adeptos, a primeira que me surge na cabeça é a marmelada.
Grande parte das famílias portuguesas tem o hábito de fazer a sua própria marmelada, é algo muito nosso, as bisavós faziam, as avós faziam , as mães fazem, e vai passando de geração em geração este costume tão bonito.
Na minha casa não é excepção, e todos os anos há sempre alguém que nos oferece marmelos ou gamboas que inevitavelmente acabam numa linda marmelada.
Uns gostam dela mais sólida, de cortar à fatia, outros preferem mais suave para barrar no pão, fazemos sempre duas versões para agradar a todos. 
Com os anos tenho vindo a cortar a quantidade de açúcar e ultimamente já muito pouco colocava. No entanto, desde que decidi retirar o açúcar refinado da minha alimentação, a marmelada deixou de fazer parte das minhas compotas do dia-a-dia. 
Experimentei fazê-la com tâmaras, com geleias, mas não era aquilo que eu queria, não era essa a marmelada que eu me lembrava. Podia chamar-lhe outra coisa, mas não marmelada. O meu cérebro ia programado para comer aquilo e ficava muito desapontado quando não correspondia ao que conhecia como marmelada.
Pelos vistos também não sou a única a sofrer do mesmo desapontamento porque no espaço de uma semana recebi imensos e-mails a pedir ideias para uma marmelada sem açúcar refinado.
Achei fabuloso que tantas pessoas que tal como eu têm a tradição de fazer a sua marmelada, quisessem mudar os hábitos para algo mais saudável, mesmo que isso significasse alterar a sua receita de sempre.

Este foi o balanço que eu precisava para finalmente criar uma nova rubrica no blogue. "ADAPTA A MINHA RECEITA" , é uma forma de responder e partilhar tantos pedidos que recebo de pessoas que querem adaptar as suas receitas para uma versão mais saudável, ou vegetariana ou sem glúten, mas não sabem como. Respondo a todos e tento sempre apresentar as alternativas que me parecem melhores, mas agora podemos começar a partilhar com outros leitores, até porque as dúvidas de uns também poderão ser de outros.
Por isso estão todos convidados desde já a enviar as vossas ideias e dúvidas, que eu prometo que tentarei adaptar a receita o melhor possível.

Marmelada sem açúcar é sem dúvida a melhor maneira de começar esta rubrica. Depois de muito experimentar, finalmente consegui fazer uma marmelada que posso realmente chamar marmelada. Sem açúcar refinado, feita com o meu fiel xilitol, fica consistente como se pretende, deliciosa e sem o enorme valor calórico da marmelada convencional. O seu índice glicémico também é bem mais baixo e por isso também é apropriada para diabéticos.
Não podia estar mais satisfeita com o resultado, espero que quem me pediu ajuda possa também ficar.

Marmelada sem açúcar

500g de marmelos (pesados sem casca e sem caroço)
250g de xilitol
1 pau canela (opcional)

Corte os marmelos aos bocados e coloque-os num tacho ao lume juntamente com o xilitol e o pau de canela.
Deixe cozinhar em lume médio até que todo o liquido evapore e os marmelos estejam cozidos.
Retire a canela e passe tudo com a varinha mágica.
Se for necessário, e se gostar da marmelada bem consistente, deixe ferver mais um pouco.
Retire do lume e coloque em caixas.
Deixe arrefecer e guarde no frigorífico.






15 comentários:

  1. Boa tarde Sara, muito obrigada por esta partilha! Como nunca usei xilitol gostaria de saber se tem algum sabor que se note depois da confecção ou se é neutro. Muito obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rita, há receitas em que o xilitol pode deixar um sabor ligeiro a mentol mas nesta não. Bjinhho

      Eliminar
  2. Sara, a durabilidade desta marmelada é de quanto tempo (se não for comida logo, claro 😊)? Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho as minhas já há semanas e estão óptimas. Costumo guardar no frigorífico.

      Eliminar
  3. Gosto da ideia ,mas 250 gr de xilitol custam cerca de 6,50€ !De qualquer modo agradeço muito o seu trabalho e dedicação ao seu blog que sigo sempre .Ontem tinha em casa meio melão que se ia estragar e resolvi experimentar a sua receita de "doce de morango sem açúcar "- acrescentei um pau de baunilha e gostei muito .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Margarida realmente é uma pena o valor destes produtos, principalmente qd comparamos com o açúcar.... Essa receita que utilizou resultta com quase tdas as frutas. Ainda bem que gostou. Bjinhho

      Eliminar
  4. Será que resulta se substituirmos o xilitol por stevia?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sofia, eu experimentei e sinceramente não gostei muito do resultado. Ficou pouco consistente.

      Eliminar
  5. Sara, acho que foi a melhor forma de iniciar esta rubrica!
    Adoro marmelada e é mesmo uma coisa tão nossa. Não há casa onde não se vejam tacinhas com marmelada na janela por esta altura do ano.
    E adorei esta tua versão! Está perfeita, só me resta provar, mas acredito que seja mesmo boa.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde! Parabéns pela receita! Sabe indicar-me o melhor para comprar o xilitol?
    Obrigada e continuação!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado!
      Pode comprar xilitol em supermercados biológicos. Eu gosto muita do da Dransavi, mas também compro da Iswari. Cumprimentos

      Eliminar
  7. Olá, encontrei Xilitol à base de milho e à base de bétula, algum é mais recomendado? Obrigada e parabéns pelo óptimo trabalho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tendo hipótese de escolher, o melhor mesmo é o de bétula, sem dúvida!
      Muito Obrigado

      Eliminar
  8. Boa noite
    Sera que da para trocar o xilitol por açúcar de coco?
    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim, é possível, não ficará com o mesmo sabor, mas é possível.

      Eliminar