Compota de fruta seca

14 de janeiro de 2021



Comprar frutos secos no Natal e na passagem de ano, quer seja para oferecer ou para servir aos convidados, é um costume que muitos de nós temos. Tornam as mesas encantadoras e além disso são opções mais saudáveis para se petiscar.
Regra geral, acabam por sobrar bastantes, ficam esquecidos nas despensas ou no pior dos cenários acabam no lixo porque já estão velhos. As passas que compramos para a passagem de ano mas que raramente são comidas por todos, são as principais "vitimas".


Se também costuma ter frutos secos de sobra ou simplesmente quer experimentar uma receita diferente então esta compota é para si.
É feita apenas com fruta seca e com o seu doce natural não precisamos acrescentar nenhum açúcar.
Se quiser pode ainda torná-la mais interessante usando especiarias que lhe dão um toque mais quente.
Eu diria que é uma compota invernal, que nos aquece e nutre nestes dias mais frios, fica perfeita no pão mas eu também gosto de a usar nas panquecas.
A combinação dos frutos secos pode ser alterada de acordo com aquilo que tiver em casa, mas esta é a minha vencedora.




Compota de fruta seca

( rende 2 frascos de 200 ml)

100g de figos secos
100g de alperces secos
50 g de passas
30 g de miolo de noz partido
200 ml de sumo 100% maçã (sem açúcar)
120 ml de sumo de laranja (cerca de 2)
1 colher de chá de canela em pó
1 estrela de anis

Ingredientes opcionais:
 gengibre em pó
 cravinho em pó
 noz moscada
 stevia, geleia de arroz, mel, açúcar de coco (caso queira adoçar)

Corte os figos e os alperces em pedaços.
Numa tigela junte as frutas secas, as especiarias e os sumos.
Tape e deixe repousar durante a noite no frigorífico.
No dia seguinte leve ao lume brando e deixe cozinhar durante 30 minutos. Se necessário acrescente um pouco de água. As frutas devem ficar bem suaves.
Apague o fogão e se gostar passe tudo com a varinha mágica ou na picadora (retire a estrela de anis primeiro). Junte o miolo de noz e se quiser pode adoçar com um pouco de stevia, mal, geleia de arroz...
Coloque num frasco e guarde no frigorífico.



Sacos de chá reutilizáveis

16 de dezembro de 2020

Sabia que é super fácil fazer os seus próprios sacos de chá? 
As vantagens são muitas:
- reutilizáveis: é só lavar e voltar a encher
- pode usar os chás que quiser, de boa qualidade, sem estarem secos há décadas...😨
- sem microplásticos: muitos sacos de chá comerciais contêm microplásticos. Adivinhem quem os bebe...😳
- Lindos para oferecer! Dentro de um frasquinho ou numa caixinha, a pessoa que os receber vai adorar!

Este é um dos projectos do meu livro Saudável e sem Desperdício, obviamente no capítulo "Meio da tarde".

Há duas formas de os fazer, uma mais simples que a outra, deixo ao seu critério a que prefere.

Se não sabem o que oferecer, façam estes saquinhos, prometo que vão ser um sucesso.




Caril de feijão frade

19 de novembro de 2020


Dias mais frios e chuvosos pedem receitas quentes e reconfortantes. As refeições com leguminosas, em especial com feijões, são um óptimo exemplo disso. A sua textura, sabor rico e a saciedade que nos dão são responsáveis por essa sensação. Juntar leguminosas com especiarias, melhor ainda, já que este efeito "aquecedor" aumenta ainda mais.

Os caris são habituais cá por casa, mas mais ainda no Outono e no Inverno quando apetecem refeições com especiarias.
Fazemos caril de quase tudo e variamos muito da mistura de especiarias, curiosamente a mistura que menos utilizamos é a mais conhecida, aquela a que chamamos "caril".
Apesar de caril de feijão frade não ser dos mais conhecidos, acreditem que a mistura das especiarias utilizada com o sabor característico do feijão frade, liga na perfeição e até mesmo os que dizem não gostar de caril vão sem dúvida gostar. 


É muito rápido de se fazer, principalmente se já tivermos o feijão cozido. A lista de ingredientes é pequena e como podem ver não leva natas nem leite de coco, o que o torna num prato bastante saudável e baixo em gordura. 
Pode acompanhá-lo com arroz , com uma salada caso prefira uma refeição baixa em hidratos de carbono, ou se quiser fazer algo diferente, acompanhe-o com estes pães indianos muito fáceis de fazer.







Caril de feijão frade

1 cebola picada
2 dentes de alho picados
1 tira de pimento verde picada
2 colheres de sopa de óleo de girassol ou azeite
1/2 colher de chá de gengibre em pó
1 colher de chá de coentros em pó
1 colher de chá de cominhos em pó
240g de feijão frade cozido e escorrido
80 ml de água
sal a gosto
coentros picados para guarnecer

Coloque numa frigideira ou numa wok o óleo/ azeite, a cebola picada e o pimento e salteei uns minutos para a cebola amolecer.
Junte os alhos picados e a mistura das especiarias e cozinhe durante 3 minutos.
Junte o feijão cozido, o sal e a água.
Deixe cozinhar até as especiarias ficarem envolvidas no feijão e a água evaporar.
Prove e rectifique os temperos.
Guarneça com coentros picados.
Sirva com arroz, salada ou se quiser com estes pães indianos maravilhosos.