One pot quinoa (vegan, sem glúten)

26 de março de 2021

                                                                                                                                    

O jantar de sonho para quem chega tarde a casa seria algo saudável, rápido e que sujasse pouca loiça. Se se revê nestas palavras, então esta receita é a solução.
Confesso que há dias que chego a casa e que a última coisa que me apetece é encher o fogão com várias panelas e frigideiras diferentes e dividir a atenção ( que normalmente já não é muita) por várias coisas ao mesmo tempo. Ando sempre à procura de novas formas de cozinhar e receitas que possa usar nestas alturas para facilitar a vida. Esta é sem dúvida uma das vencedoras.  Tudo o que precisa fazer é picar a cebola, o alho, colocar todos os ingredientes na panela e deixar cozinhar por cerca de 20 minutos. É super rápido, fácil e nutricionalmente muito equilibrado.


Os sabores principais deste prato vêm da paprica fumada, dos tomates, do pimento e no final de umas gotas de limão e salsa picada. É uma combinação maravilhosa, rica e reconfortante. Apesar disso este prato é altamente adaptável e pode variar conforme o nosso gosto ou com aquilo que temos em casa. O feijão pode ser substituído por grão, os brócolos por espinafres ou couve flor, as especiarias podem ser outras ou até só sal e pimenta. Pode ainda aumentar a quantidade da receita e guardar para comer no dia seguinte, o que torna as coisas ainda melhores.


One pot Quinoa
(serve 3 ou 4 pessoas)

1 cebola média 
2 dentes de alho
4 colheres de sopa de azeite
150g de quinoa
2 tiras de pimento (verde ou vermelho)
250g de feijão vermelho cozido
1 chávena de chá de brócolos cortados
2 tomates maduros
400ml de água ou caldo de legumes
1 colher de chá de paprica fumada
1/2 colher de chá de gengibre em pó
sal q.b.
pimenta moída q.b.
salsa picada q.b.

Lave muito bem a quinoa num passador de rede fina, debaixo de água corrente e esfregando-a entre os dedos. Reserve.
Num tacho largo ou numa panela salteie os alhos picados e a cebola picada no azeite durante 2 ou 3 minutos.
Adicione a quinoa, os tomates picados, o feijão cozido, os brócolos e as especiarias. Junte a água ou o caldo de legumes e deixe cozinhar tapado durante 20 a 30 minutos até toda a água ser absorvida e a quinoa estar cozinhada.
Verifique se precisa de mais sal ou pimenta.
Retire do lume, borrife com algumas gotas de sumo de limão e guarneça com salsa picada. Mexa tudo com um garfo para soltar a quinoa.
Sirva de imediato. 


Crispies de chocolate ( vegan, sem glúten nem açúcar)

21 de fevereiro de 2021


Crispies de chocolate que é como quem diz "arroz tufado com sabor a chocolate super crocante e feito em casa"... só de ler dá vontade de meter a mão no frasco e roubar uns quantos.
Esta receita já devia ter acontecido há anos, de facto foi-me pedida tantas vezes que quase podia pertencer à rubrica "adapta a minha receita". Só que o pedido veio por parte do meu marido, por isso não conta.😁
Alegrem-se adultos que gostam de cereais ou pais de crianças que os devoram num ápice, porque eu arranjei a receita perfeita para fazer a delícia de todos!
 


Cereais tufados com sabor a chocolate é uma daquelas memórias de infância em que os lanches eram enormes taças de cereais com leite ou então comidos diretamente da caixa às mancheias. 
Gostava de poder dizer que só em pequenos gostamos disto, mas estaria a mentir. A verdade é que cereais crocantes sabem bem em qualquer idade, a nossa consciência é que muda, basta uma leitura breve ao rotulo destes cereais para pensarmos duas vezes. Açúcar, óleo de palma ou outras gorduras não nomeadas e xarope de glicose fazem normalmente parte da lista de ingredientes e acreditem, em grande quantidade.

Esta receita é simples, muito rápida e tão boa que custa a crer que são cereais feitos em casa. É feita com ingredientes bons, que nos nutrem, que podemos identificar e o resultado final nada fica a dever aos de compra. Só fica a faltar a caixa bonita, mas isso também se arranja.
Pode usar os seus cereais tufados preferidos, aqui estou a usar de arroz mas pode ser quinoa tufada, cevada tufada, millet tufado, ou até uma mistura.
Por aqui ficámos totalmente rendidos e tenho a certeza que depois de experimentar também vai ficar.
 

Crispies de chocolate

200g de arroz tufado (ou millet ou quinoa ou trigo...)
150g de geleia de arroz
30g de cacau em pó
60g de óleo de coco derretido
1 colher de chá de extracto de baunilha

Numa tigela grande misture muito bem todos os ingredientes, excepto o arroz tufado.
Junte então o arroz à mistura e envolva bem.
Deixe descansar durante pelo menos 30 minutos para que o arroz tufado absorva todos os sabores.
Ligue o forno a 160ºC sem ventoinha.
Forre com papel vegetal dois tabuleiros grandes.
Espalhe pelos tabuleiros a mistura dos cereais que preparou. Não os concentre todos no mesmo tabuleiro, é preferível fazer várias fornadas.
Leve a cozer durante 10.  Retire os tabuleiros, revire os cereais com um garfo e troque os tabuleiros de lugar ( o de cima vem para baixo). 
Cozinhe por mais 7 minutos.
Retire do forno (ainda estarão moles ao toque) e deixe arrefecer uns minutos. Os cereais começarão rapidamente a ficar crocantes e assim que puder, sem se queimar, comece a separá-los uns dos outros com as mãos, o resultado será ainda melhor.
Quando estiverem totalmente frios, guarde num frasco bem fechado. Aguentam semanas.


Compota de fruta seca

14 de janeiro de 2021



Comprar frutos secos no Natal e na passagem de ano, quer seja para oferecer ou para servir aos convidados, é um costume que muitos de nós temos. Tornam as mesas encantadoras e além disso são opções mais saudáveis para se petiscar.
Regra geral, acabam por sobrar bastantes, ficam esquecidos nas despensas ou no pior dos cenários acabam no lixo porque já estão velhos. As passas que compramos para a passagem de ano mas que raramente são comidas por todos, são as principais "vitimas".


Se também costuma ter frutos secos de sobra ou simplesmente quer experimentar uma receita diferente então esta compota é para si.
É feita apenas com fruta seca e com o seu doce natural não precisamos acrescentar nenhum açúcar.
Se quiser pode ainda torná-la mais interessante usando especiarias que lhe dão um toque mais quente.
Eu diria que é uma compota invernal, que nos aquece e nutre nestes dias mais frios, fica perfeita no pão mas eu também gosto de a usar nas panquecas.
A combinação dos frutos secos pode ser alterada de acordo com aquilo que tiver em casa, mas esta é a minha vencedora.




Compota de fruta seca

( rende 2 frascos de 200 ml)

100g de figos secos
100g de alperces secos
50 g de passas
30 g de miolo de noz partido
200 ml de sumo 100% maçã (sem açúcar)
120 ml de sumo de laranja (cerca de 2)
1 colher de chá de canela em pó
1 estrela de anis

Ingredientes opcionais:
 gengibre em pó
 cravinho em pó
 noz moscada
 stevia, geleia de arroz, mel, açúcar de coco (caso queira adoçar)

Corte os figos e os alperces em pedaços.
Numa tigela junte as frutas secas, as especiarias e os sumos.
Tape e deixe repousar durante a noite no frigorífico.
No dia seguinte leve ao lume brando e deixe cozinhar durante 30 minutos. Se necessário acrescente um pouco de água. As frutas devem ficar bem suaves.
Apague o fogão e se gostar passe tudo com a varinha mágica ou na picadora (retire a estrela de anis primeiro). Junte o miolo de noz e se quiser pode adoçar com um pouco de stevia, mal, geleia de arroz...
Coloque num frasco e guarde no frigorífico.