Sopa verde "detox"

8 de janeiro de 2020

Ao começar um novo ano provavelmente aquilo que a maioria de nós pensa é: " a partir de agora vou-me portar bem para me limpar do que comi nas festas". Uns cumprem, outros facilmente se esquecem.
Sejamos honestos, nas últimas semanas do mês de Dezembro, uns mais outros menos, acabamos sempre por cometer mais excessos que aqueles que queríamos.

Por isso, para começar o ano em grande, livre de toxinas, mais leve e talvez ainda perder os quilos extra que surgiram durante as festas, nada melhor que uma sopa.
Sou uma fã dos líquidos e das sopas para desintoxicar. São muito mais fáceis de digerir, dando descanso a um aparelho digestivo normalmente já cansado, ajudam a drenar líquidos em excesso, dão maior sensação de saciedade e fornecem imensas vitaminas e minerais já que normalmente são feitos sobretudo de legumes.

Criei esta sopa exactamente para esse efeito. Os vegetais que nela coloquei foram escolhidos a dedo de modo a que a sopa tivesse os efeitos pretendidos mas que ao mesmo tempo ficasse saborosa e não muito diferente das sopas a que estamos habituados. 
Os brócolos e as couves têm vários estudos a comprovar a sua eficácia na protecção do fígado, já que evitam a acumulação de gordura neste órgão e o protegem de toxinas. 
O limão e o alho são dois outros potentes protetores hepáticos e melhoram a nossa imunidade. O gengibre acelera o nosso metabolismo e tal como o alho e o limão também promove a nossa imunidade.
A conjugação destes ingredientes fazem desta sopa uma daquelas receitas que deve guardar consigo para fazer sempre que precisa de se desintoxicar dos excessos que cometeu, seja ou não no Natal.
Pode comê-la durante vários dias seguidos, inclusive ao pequeno almoço, ou se quiser, pode congelar.

Sopa verde detox

2 cebolas picadas grosseiramente
1 courgette cortada em rodelas
2 dentes de alho picados
1 cabeça de brócolos partida em bocados
5 folhas de couve galega ou portuguesa
1/2 molho de coentros
1/2 molho de salsa
3 colheres de sopa de azeite
1 litro de água
sumo de 1/2 limão
sal marinho q.b.
gengibre em pó (opcional)

Numa panela grande salteie todos os legumes no azeite, excepto os coentros, a salsa e a couve.
Quando estiverem macios, acrescente a água e as folhas de couve cortadas em bocados. Deixe cozinhar até os legumes estarem macios ( cerca de 20 minutos).
Junte os coentros, a salsa e o sal. Cozinhe mais 5 minutos.
Coloque tudo na picadora ou utilize a varinha mágica e pique até obter um puré macio.
Regue com o sumo de limão e se quiser coloque um pouco de gengibre em pó.
Volte a picar.
Sirva fria ou quente. Pode completar com sementes e frutos secos.

Três misturas saudáveis para oferecer

17 de dezembro de 2019


Existem três tipo de pessoas no que diz respeito às compras de Natal. O primeiro grupo é o daquelas que compram as prendas com meses de antecedência, vão organizando e planeando tudo com todo o tempo do mundo. O segundo grupo, a que pertence a grande maioria, é aquele que em Dezembro passa os seus fins de semana nas lojas e nos centros comerciais para terem todas as prendas compradas antes do grande dia. Depois vem o terceiro grupo, aquele ao qual eu pertenço, que deixa tudo para os últimos dias e que corre como um louco tentando compensar o que não fez antes.
Anos houve em que isso me causou ansiedade, o tempo passava e eu via as hipóteses de comprar a tempo todos os presentes cada vez mais diminutas. Sentia-me culpada porque não tinha organizado tudo mais cedo, porque não tinha dedicado tempo às compras com mais antecedência e porque de certeza iria recorrer a prendas com pouca imaginação como os cheques de oferta.


Hoje isso não me perturba da mesma forma, até porque há anos que prefiro fazer as prendas que ofereço, o que de certa forma me dá um controlo maior sobre o meu tempo e organização. Até pode ser ilusório, mas não deixo de achar que supermercados, filas para pagar e centros comerciais cheios são uma enorme perda de tempo (e de paciência).

Fazer as nossas prendas, é altamente gratificante, porque colocamos no acto todo o carinho que sentimos pela pessoa que a vai receber, há um bocadinho de nós que vai naquela oferta. Além disso, prendas feitas em casa tendem a ser mais ecológicas e económicas. Poupam-se imensos recursos, desperdiça-se menos e estimula-se a criatividade.

Se também é como eu e adiou tudo para a última hora, ou se não adiou mas quer preparar as suas ofertas, deixo três sugestões muito fáceis, em que basta juntar  os ingredientes em frascos e pronto, já está. Como eu vos quero facilitar a vida, ainda forneço um link onde podem aceder e imprimir as etiquetas que fiz para os frasquinhos. Melhor não podia ser.

São três misturas simples que agradam a todos e que ainda mostram que se preocupa com a saúde da pessoa  que as receberá. Todas são sem açúcar refinado, vegan e isentas de glúten.
Experimente fazê-las este Natal, vai ficar muito feliz e a pessoa que as receber também.



Bolinhas de maçã

Para colocar no frasco:

120g de cajus ou amêndoas
120g de tâmaras sem caroço (melhor as medjool)
40g de maçã desidratada
1 colher de chá de canela em pó
1 pitada de gengibre em pó
1 pitada de sal fino

Faça um corte vertical nas tâmaras e retire o caroço. Pese 120 gramas.
Coloque no fundo do frasco as amêndoas, depois as tâmaras e por fim a maçã desidratada.
Polvilhe para o frasco um pouco de sal, a canela e o gengibre.
Feche o frasco e coloque uma etiqueta com a descrição do método de preparação das bolinhas.

Se quiser faça o download das etiquetas aqui

Para preparar as bolinhas:

Corte as tâmaras em pequenos pedaços. Coloque na picadora as amêndoas e pique até ficarem em farinha. Junte os restantes ingredientes.
Pique até formar uma pasta. Pare de vez em quando para raspar os bordos da picadora. Se necessário acrescente uma colher de sopa de água.
Faça bolinhas com a pasta que formou.
Guarde numa caixa fechada no frigorífico ou no congelador.



Mistura para cacau quente

Para a mistura:

50g de chocolate 70% cacau
70g de cacau puro
30g de açúcar de coco/ xilitol (para os mais gulosos pode colocar mais)
1 colher de chá de canela em pó

Parta o chocolate em quadrados.
Coloque todos os ingredientes numa picadora ou num robot de cozinha. Pique até tudo estar em pó.
Coloque no frasco, se quiser coloque pedacinhos de chocolate por cima.
Tape o frasco e coloque uma etiqueta com o método de preparação.

Se quiser faça o download das etiquetas aqui

Para preparar:
Aqueça uma chávena de bebida vegetal a seu gosto e junte 3 colheres de sopa da mistura. Mexa bem até dissolver totalmente.




Papas de aveia com chocolate

Para a mistura:

200g de flocos de aveia finos
40g de açúcar de coco
60g de amêndoas, picadas grosseiramente
3 colheres de sopa de sementes de chia
40g de chocolate 70% cacau, picado grosseiramente

Num frasco de boca larga coloque os flocos de aveia, depois o açúcar de coco.
Por cima coloque as sementes de chia, depois as amêndoas e por fim o chocolate.
Tape o frasco e coloque uma etiqueta com o método de preparação das papas.

Se quiser faça o download das etiquetas aqui

Para preparar:

Misture bem todo o conteúdo do frasco.
Quando quiser preparar a sua papa, coloque 50g da mistura num frasco ou numa taça e cubra com leite vegetal ou água e deixe no frigorífico durante a noite.  Na hora de comer, se necessário acrescente mais leite/água e sirva com os seus toppings preferidos.


Receitas saudáveis com castanhas

10 de novembro de 2019


O dia de S. Martinho mesmo aí a chegar exige celebração. As castanhas são as rainhas desta época, vamos torná-las ainda mais espectaculares com estas três receitas deliciosas muito saudáveis, vegan e sem açúcar. São irresistíveis e de certeza que vai a correr comprar castanhas para as experimentar.
Clique nos títulos para ver as receitas.


Pequenas dentadas com sabor a castanha e cacau. Impossível comer só uma.



Mousse vegan de castanhas
Super cremosa, sem lácteos, sem açúcar e ainda assim maravilhosa.



Creme de castanhas e cacau "castanhella"
Uma versão da nutella feita com castanhas. Fica bem com tudo, os miúdos adoram.